<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d15932754\x26blogName\x3db-site\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://thebsite.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://thebsite.blogspot.com/\x26vt\x3d-4232449209465221699', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quinta-feira, julho 05, 2007

Conta Corrente

A Sara Pais e o Azia, acorrentaram-me. Mas se percebi bem, basta mencionar o título dos últimos cinco livros que eu li para me livrar da maldição. Ora isso também não é assim tão complicado:

1. «The Thin Man» - Dashiell Hammett

Um belo policial de um escritor com óbvio talento para o ofício e que foi classificado pela Dorothy Parker, num dos habituais louvores de contra-capa, como «the hottest writer on the east or west coast» (em claro desprezo pelo interior profundo).


2. «Anna Karenina» - Tolstoy

Na verdade ainda não acabei de ler o livro mas, caramba, são oitocentas e tal páginas e nesta altura já li o suficiente para não confundir, por exemplo, o Stepán Arkádyich Oblónsky com o Konstantín Dmítrich Lévin e, sobretudo, este último com o seu irmão Nikolái Dmitrich Lévin. Dificuldades em transportar o calhamaço para o espaço público dificultam o avanço na leitura. Espero que conte.


3. «Everyman» - Philip Roth

Não é fácil envelhecer. Capa vermelha.


4. «The Essential Pritchett» - V.S. Pritchett

Mais um que ainda não li na totalidade mas o capítulo «Travel Writing» é muito bom (sobretudo o texto sobre Londres) e não devo demorar a voltar a esta compilação para ler as «Short Stories» e o resto. Por enquanto, fica arrumado na prateleira do «amanhã talvez».


5. «All the pretty horses» - Cormac McCarthy

Um relato da viagem, a cavalo, de dois rapazes (mais um) pelo México. Prosa enxuta e diálogos curtos (as personagens são de poucas palavras) mas excelentes.

You still seein that Barnett girl?
He shook his head.
She quit you or did you quit her?
I don’t know.
That means she quit you.
Yeah.


Também tenho lido uma famosa publicação em fascículos, conhecida entre os especialistas por «O Jogo», na esperança de encontrar esta frase: «Barcelona vende Messi ao Porto em troca de duas francesinhas e um fino». Em vão.

Ofereço agora ao Elton xythtk, à Helena Vastulec, ao Noronha McNasty, ao António Figueira (sai às sextas) e à empresária Triciclo, a oportunidade de se juntarem à corrente ou, em alternativa, um motivo para me insultarem.