<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d15932754\x26blogName\x3db-site\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://thebsite.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://thebsite.blogspot.com/\x26vt\x3d-4232449209465221699', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

sexta-feira, setembro 11, 2009

Onze

Quase não vi o Porto jogar, esta época, mas alerto desde já a população que, para mim, mais importante do que saber se se está a formar uma equipa, é saber se não se estão a formar duas equipas: uma na minha cabeça e outra na cabeça de Jesualdo Ferreira. Quando o desfasamento entre as escolhas do treinador (o mundo das sombras) e as minhas escolhas (a perfeição das formas) se revela muito grande, há vulcões que reentram em actividade, placas tectónicas que fogem do seu lugar e animais que vagueiam em sofrimento no coração da floresta, acometidos por insónias que podem durar semanas. Eu também não durmo lá muito bem. E há sobretudo domingos sem sol, enormes banquetes na 2ª circular, quartas-feiras perigosas em Islington, dois jornais que rejubilam.

Vamos aguardar, sem serenidade. Pelo que li e ouvi, o Falcão tem procurado fazer esquecer o Lisandro, mas eu não quero esquecer o Lisandro, um grande avançado que nunca fez um mau jogo na vida. Se dependesse de mim, Licha seria titular na próxima partida. Bem sei que o Porto o vendeu por vinte e tal milhões de euros ao Lyon, mas isso não me parece motivo suficientemente forte para afastar um jogador da titularidade. Esta sociedade de capitalismo selvagem ainda vai matar o futebol.

Nunca gostei do Kostadinov.